| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Buried in cloud files? We can help with Spring cleaning!

    Whether you use Dropbox, Drive, G-Suite, OneDrive, Gmail, Slack, Notion, or all of the above, Dokkio will organize your files for you. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free today.

  • Dokkio (from the makers of PBworks) was #2 on Product Hunt! Check out what people are saying by clicking here.

View
 

17 ENCONTRO 19-08-2010

Page history last edited by Geane Poteriko 11 years, 7 months ago

OFICINA DE MÍDIAS – RÁDIO


 

ENCONTRO 19/08/2010

 

RELATO DA OFICINA


Após o período das férias escolares, novamente voltamos aos nossos encontros da Oficina de Mídias.

 

O objetivo principal deste encontro é aprofundar um pouco mais os conceitos dos alunos e suas informações sobre a produção de programas de rádio. A partir do material escrito, desenvolvemos dinâmicas para a realização das atividades voltadas às simulações de rádio: leituras em voz alta na forma de locução de rádio, adaptação do texto na forma de entrevistas e notícias.

 

Nesse momento, os alunos foram também informados que a partir do próximo encontro, já serão iniciadas as gravações no computador, a partir do software Audacity, do material por eles produzido.

 

Seguem algumas imagens da interação dos alunos no desenvolvimento das atividades.

 

 Agner, Paulo Henrique, Jhonny, Thiago, Davisson, Sedenor, João e Clayon

 

Tentativa de pose dos meninos para nova foto...

 

e novamente...

 

... mais uma vez!

 

Gustavo e as sombras dos colegas

 

Trabalho em grupo...

 

... e mãos à obra!

 


MATERIAL DE APOIO

 

COMO SE PRODUZ UM PROGRAMA DE RÁDIO?

 

 

Para uma compreensão mais geral das possibilidades de realização de programas de rádio podemos dividir o processo de produção em três etapas principais:

 

- Pré-produção

- Produção

- Pós-produção

 

 

A fase de pré-produção

 

 

Há um ditado famoso na área de realização audiovisual que diz: "a fase mais importante da produção é a pré-produção".

 

A primeira etapa é a pré-produção na qual devemos pensar em tudo que precisará estar planejado e pronto para quando começar a gravação. Esse planejamento de pré-produção inclui muito mais elementos além dos textos e dos roteiros que serão lidos por apresentadores, atores, repórteres ou locutores, como:

 

- Aspectos técnicos relacionados aos equipamentos e materiais que serão utilizados na gravação (fitas, CDs, pilhas, cabos, microfones, gravadores de mão, CDs com efeitos sonoros, existência de tomadas, voltagem das tomadas, etc.);

 

- Questões relacionadas à logística e à infra-estrutura: como os convidados serão avisados e como chegarão ao lugar onde o programa será feito, limpeza e organização do local de gravação, número de cadeiras, divulgação do programa na escola, etc.

 

Na fase de pré-produção se desenvolvem as idéias básicas e os métodos de produção. É uma etapa de definições e planejamentos. Durante a fase de pré-produção são tomadas decisões importantes como a escolha dos locais e datas de gravação, a definição da equipe, a distribuição de funções e responsabilidades, a concepção da linguagem do programa, etc. No caso de programas de maior duração ou complexidade podem ser necessárias várias reuniões de produção para o planejamento e articulação do trabalho da equipe.

 

Além de reuniões antes das gravações, pode haver a necessidade de ensaios tanto para atores, apresentadores ou locutores como também para a equipe que vai operar a parte técnica e pretende testar previamente os microfones, a mesa de som, as faixas dos CDs que serão usados, etc. Se a idéia for gravar o programa em um local diferente do habitual é recomendável que as locações onde ocorrerão as gravações sejam visitadas e inspecionadas antecipadamente pela equipe de pré-produção.

 

A fase de pré-produção é aquela em que o programa começa a "nascer". Define-se a pauta (o que será abordado) e a linguagem (como será abordado). A relação entre pauta e linguagem leva em consideração o "público-alvo" do programa (também definido na pré-produção). Todo bom programa radiofônico exige uma boa pesquisa. Quanto mais informações a equipe tiver a respeito dos temas e assuntos que serão abordados, maiores são as chances de desenvolver um produto final mais coerente com os objetivos iniciais.

 

 

A fase da produção

 

Na fase de produção todos os elementos se juntam para a gravação do programa de rádio ou para a transmissão ao vivo. É o momento de executar tudo o que foi planejado na pré-produção. Ciente do roteiro e da estrutura do programa, a equipe de produção fica atenta para:

 

- Organizar antecipadamente tudo o que será gravado na seqüência;

- Buscar soluções para imprevistos que ocorram durante a gravação.

 

Muitos educadores de preocupam, na fase da produção, com a manipulação dos equipamentos e o cuidado com o espaço da rádio, por parte dos alunos. Ouça o que dizem duas educadoras que participaram do educom.rádio sobre esses pontos.

 

 

Produção em rádio

 

- Inteiramente ao vivo (sem edição): é transmitido enquanto está sendo feito. Qualquer "falha técnica" ou "erro de locução" é veiculado, pois não há como "editar". Abre espaço para o improviso no caso de ocorrência de imprevistos ou incidentes durante a transmissão;

 

- Inteiramente gravado: só é transmitido depois que a equipe já gravou e editou o programa. As "falhas técnicas" e os "erros de locução" podem ser cortados. A equipe tem certeza sobre a duração do programa, pois a edição permite acrescentar ou cortar trechos para que se atinja o tempo estimado;

ao vivo com trechos gravados: esta opção é uma junção das duas anteriores. Geralmente as locuções, os comentários e as participações dos ouvintes são realizados ao vivo. Matérias, reportagens e músicas são editadas antes de o programa começar. Durante a transmissão apenas solta-se o "play" na fita, no CD ou no arquivo de computador com as partes editadas.


 

Dicas para fazer um bom programa de rádio:

 

- Identifique as metas e objetivos do programa: se não existe um objetivo definido, será difícil avaliar o trabalho do grupo (como saber se você chegou a algum lugar, se você não sabia onde queria ir?).

 

- Reflita e discuta com sua equipe qual é o objetivo do programa;

 

- Identifique e analise o público-alvo: fatores como sexo, idade, condição sócio-econômica, grau de instrução, perfil de personalidade, etc. determinam variações nas preferências do público sobre o conteúdo e a linguagem dos programas;

 

- Procure ter acesso a outros materiais midiáticos similares já produzidos. Eles podem aprofundar seus conhecimentos sobre o tema, dar idéias de como abordá-lo, além de lhe mostrar abordagens que podem não ter funcionado muito bem. Se você tiver de cometer erros, pelo menos cometa erros novos!

 

- Não se esqueça de constantemente colocar as idéias no papel e dividi-las com a equipe: é comum haver mudanças entre a apresentação da proposta inicial e o roteiro final. A primeira versão do roteiro pode ser a primeira de uma série;

 

- Determine cronograma para a produção: estabeleça prazos para as diversas etapas, ajude a cobrar a equipe para cumpri-los e permita-se ser cobrado, esteja atento para perceber se as funções estão bem divididas ou se há pessoas sobrecarregadas;

 

- Os ensaios podem ser feitos antes mesmo de se chegar ao estúdio. Pode-se treinar numa sala a leitura do roteiro e definir ritmo, ênfases, pausas, mudanças de palavras, revezamento de locutores, etc;

 

- Quando for realizar gravações fora da escola (como, por exemplo, em eventos) esteja atento para não deixar equipamentos ou aparelhos soltos e jogados evitando, assim, problemas de perda ou furto;

 

- Para a gravação de programas mais complexos monte um "check list" (folha com indicações de tudo que você precisará conferir se foi ou não providenciado para a gravação). Conforme cada item for obtido você pode marcar um sinal ao lado dele na lista. Não se esqueça de incluir acessórios que parecem detalhes como pilhas, fita cassete, etc. Lembre-se: uma coisa é conseguir um objeto, outra coisa é se lembrar de levá-lo para a gravação no dia certo. Portanto, sempre confira o "check list" antes da gravação;

 

- Quando uma gravação termina, o trabalho de "desprodução" está só começando. Geralmente a equipe está cansada e quer desmontar tudo rapidamente. Seu "check list" pode ser muito útil neste momento para se lembrar de que você precisará levar embora, a quem pertence cada coisa, o que pode ser deixado no local porque será usado na gravação seguinte, etc;

 

- "Lembrar de lembrar": se houver um espaço de tempo razoável entre a data que você combinou com um entrevistado o dia da gravação e a data em que ela ocorrerá, ligue na véspera para confirmar e relembrar o entrevistado. O mesmo vale para locações, empréstimo de equipamentos, etc. Um bom produtor além de ter boa memória deve lembrar os demais membros da equipe sobre o cronograma. Sempre que houver mudanças no cronograma, avise todos os envolvidos o mais rápido possível.


 

 

"BASTIDORES" DO ENCONTRO

 

O susto do Sedenir...

 

Pensamentos de João...

 

Foto roubada sem permissão* (Professora)

 

Concentração total...

 

... e descontração total!

 

Esses meninos se divertem! ...

 

... e também fasem pose...

 

... inclusive com careta...

 

... coração e tudo mais...

 

No entanto, uma coisa é certa: 

produzem muito bem em grupo...

 

E são extremamente talentosos...

(Thiago, escondidinho, com seu violão)

 

 

POSTAGEM: Tєαchєя Gєαиє Pσtєяїkσ

 


REFERÊNCIA:

 

http://www.fiamfaam.br/momento/imgNoticias/onair.jpg

http://www.cmmbrothers.org/images/stories/nieuws/on-air.jpg 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.