| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Buried in cloud files? We can help with Spring cleaning!

    Whether you use Dropbox, Drive, G-Suite, OneDrive, Gmail, Slack, Notion, or all of the above, Dokkio will organize your files for you. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free today.

  • Dokkio (from the makers of PBworks) was #2 on Product Hunt! Check out what people are saying by clicking here.

View
 

OFICINA ITINERANTE 2010

Page history last edited by Geane Poteriko 8 years, 3 months ago

Formação em Ação: Língua Estrangeira Moderna

 

EVENTO: Itinerante 2010: Disseminação da Política Curricular e de Gestão Escolar da SEED/PR -2ª Fase- Polo 4

INSTITUIÇÃO PROMOTORA: Secretaria de Estado da Educação do Paraná

LOCAL: Núcleo Regional de Educação - Área Metropolitana Norte

CIDADE: Curitiba, PR.

 

INFORMAÇÕES:

 

Esta Oficina Pedagógica foi aplicada aos professores de Língua Estrangeira Moderna do Núcleo Regional de Educação da Área Metropolitana Norte, como parte integrante da Formação Continuada (Itinerante). O material de apoio aborda:

 

- A importância da Tecnologia.

- Recursos Didáticos Midiáticos.

- Atividade prática: Produção de Vídeo com Música.

- Tutorial Movie Maker.

- Integração das Mídias Informatizadas na Escola.

- Sites educativos e softwares usados na produção de material didático. 


 

ITINERANTE 2010

 

 

OFICINA: "Integrando diferentes mídias nas aulas de Inglês"

 

Professora: Geane Poteriko da Silva

 

 

 

1. INTRODUÇÃO

 

A aplicação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) está se mostrando cada vez mais necessária no contexto em sala de aula. O sistema educacional vigente exige múltiplas ações face ao pluralismo dos nossos alunos, o que revela que tais ações precisam “causar impacto” para alcançarem melhores resultados.

 

Além disso, percebe-se que, na prática pedagógica, o professor não pode mais centralizar-se apenas no livro, quadro negro e giz. É necessário estar “plugado” às novas tecnologias para saber “como” e “quando” usá-las em sala de aula.

Considerando ainda que comunicação e informação se tornaram instrumentos fundamentais nas ações educacionais, percebe-se, diante das inúmeras possibilidades apresentadas pelas mídias digitais, que permanece o grande e evidente desafio de desenvolver meios eficazes para integrá-las ao ambiente pedagógico.

 

Cattani (2001) afirma, nesse sentido, que as TICs “ampliam as possibilidades das ações educativas, proporcionando através dos recursos disponíveis oportunidades para mudanças por parte dos professores (...) quanto aos métodos pedagógicos”. É, sem dúvida, esta ampliação voltada às mudanças metodológicas que se tornam gradativamente, em ritmo ainda mais acelerado em relação há algumas décadas atrás,  tão imprescindíveis no cotidiano escolar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2. RECURSOS DIDÁTICOS MIDIÁTICOS

 

De acordo com o Manual ESDE – UEM (1997), recursos didáticos são “componentes do ambiente de aprendizagem que estimulam o aluno (...) e auxiliam na transferência de situações, experiências, demonstrações, sons, imagens e fatos para o campo da consciência, onde então eles se transmutam em idéias claras e inteligíveis.”

 

Em outras palavras, os recursos didáticos se configuram como métodos pedagógicos empregados no ensino de algum conteúdo, como livros, computador, recursos tecnológicos ou da natureza, entre outros, que ajudam a transformar as idéias em fatos e realidades.

Moran (2009) ressalta que “do ponto de vista metodológico, o educador precisa aprender a equilibrar processos de organização e de “provocação” na sala de aula”. Para tanto, pode-se utilizar de variados recursos didáticos, dentre estes, os recursos tecnológicos.

 

O uso de mídias no processo pedagógico enriquece a prática e potencializa o aprendizado: “a televisão, o cinema e o vídeo - os meios de comunicação audiovisuais - desempenham, indiretamente, um papel educacional relevante” (Moran, 2009). Logo, TV e vídeo podem levar o aluno a uma “viagem” ao assunto abordado; o que antes eram palavras escritas na lousa, tornam-se agora “formas vivas”.

 

Entre as mídias que estão ao dispor do professor da rede estadual paranaense, pode-se mencionar a TV Multimídia (conhecida como TV Pendrive):

 

No Estado do Paraná (...) tem-se desenvolvido projetos que visam à integração de mídias com a finalidade de proporcionar a inclusão e o acesso de alunos e professores (...) a essas tecnologias. A TV Pendrive é um projeto que prevê televisores de 29 polegadas - com entradas para VHS, DVD, cartão de memória e pendrive e saídas para caixas de som e projetor multimídia - para todas as 22 mil salas de aula. (SEED, 2008)

 

No trabalho docente, o esforço poderá ser reduzido, uma vez que um vídeo ou imagem bem escolhidos economizarão um grande número de palavras para explicar o mesmo assunto. Há uma intensa sedução pela linguagem superposta, que interage interligada, somada e não separada das expressões sensoriais, da linguagem falada, da linguagem escrita e da linguagem musical. Assim sendo, é uma comunicação sensório-sinestésica poderosa, ou seja, uma comunicação de mensagens que alcança a todos por meio dos sentidos e pela percepção do próprio corpo (Dorneles, 2009).

 

 

3. ATIVIDADE PRÁTICA DA OFICINA: PRODUÇÃO DE VÍDEO COM MÚSICA

 

 

3.1. JUSTIFICATIVA DO TRABALHO:

 

 

 

 

 

 


 

 

Aprender uma segunda língua é extremamente importante, pois através dela torna-se possível um contato com novas culturas e novos conhecimentos. Nesta perspectiva, uma aula de LE deve não apenas possibilitar ao aluno o aprendizado de um código linguístico, mas também criar oportunidades de conhecer outras culturas e outras realidades, incluindo nestas as várias tecnologias que fazem parte do nosso dia a dia.

 

Partindo de tal pressuposto, trazer para a sala de aula músicas, atividades de expressão artística, imagens e variados recursos tecnológicos e midiáticos contribuem significativamente para motivar os alunos no aprendizado de Inglês.

 

Outro aspecto relevante é despertar no educando a percepção crítica frente aos valores éticos, morais e sociais necessários à convivência diária, questionando os atuais valores predominantes e comparando aspectos culturais x aspectos morais. Assim, espera-se também auxiliar o aluno em seu processo de autoafirmação, recuperação ou afirmação da autoestima, levando-o à superação do sentimento de impotência que tão frequentemente acomete os indivíduos das classes mais populares nos processos educativos na realidade brasileira.

Neste trabalho, o ponto inicial para o levantamento de tais questionamentos foi ancorado na música “Where is the love”, cuja letra remete a tais aspectos, e contextualizado no uso de diferentes recursos tecnológicos e midiáticos que se integram ao cotidiano dos alunos e, portanto, se apresentam como elementos motivadores ao aprendizado.

 

Pode-se lembrar ainda que a escola possui o compromisso de integrar a LE como parte da formação do aprendiz, pois se entende hoje que o uso de um segundo idioma é necessário para a atuação no mundo do trabalho e da tecnologia, e ainda para compreender outros discursos que nos chegam, provenientes principalmente da Internet e dos recursos virtuais.

 

Portanto, o chamado “desenvolvimento do letramento computacional do aluno”, conforme afirma Lopes (2008), também se configura como elemento essencial no ensino do Inglês, uma vez que a sociedade globalizada exige pessoas com capacidade de buscar informações por meio dos recursos tecnológicos cada vez mais disponíveis.

 

As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são grandiosas e eficazes ferramentas que podem auxiliar e complementar o trabalho em sala de aula. Logo, tratam-se também de uma forma de democratização do ensino, pois têm como veiculador os meios de comunicação e equipamentos tecnológicos que há muito tempo já estão presentes na nossa população, mas que somente há pouco vêm sendo utilizados como meios pedagógicos. (OBS: exposição em slides)

 

 

 

 

 

 


 

  

  

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4. INTEGRAÇÃO DAS MÍDIAS INFORMATIZADAS NA ESCOLA

 

O ensino de Língua Estrangeira Moderna na escola se torna mais eficaz quando apresentado de uma maneira dinâmica aos alunos. Ao docente cabe utilizar várias e multiformes ferramentas de ensino, como afirma Moran (2010) “o professor tem um grande leque de opções metodológicas, de possibilidades de organizar sua comunicação com os alunos, de introduzir um tema, de trabalhar com os alunos presencial e virtualmente, de avaliá-los”.

 

Investigar o uso das TICs e dar subsídios aos professores para que preparem suas aulas utilizando o laboratório de informática, bem como as demais mídias, é uma forma de colocar em prática os preceitos estabelecidos nas DCEs, que apresentam como eixo norteador do ensino de língua estrangeira o discurso como prática social.

 

As orientações da SEED nas DCEs de Língua Estrangeira Moderna (2008) estipulam que “além de descortinar os valores subjacentes no livro didático, recomenda-se que o professor utilize outros materiais disponíveis na escola: livros didáticos, dicionários, livros paradidáticos, vídeos, DVD, CD-ROM, Internet, TV multimídia, etc”. Dessa maneira, pode-se enriquecer as aulas de língua inglesa através do uso das TICs integradas às outras mídias já tradicionais no ensino de línguas.

 

Alguns sites podem ser utilizados como alternativas de produção e interação com materiais diferenciados, contribuindo positivamente na complementação das atividades em sala de aula e na interação com os alunos e a disciplina.

 

Abaixo, seguem algumas sugestões de sites a serem utilizados.

 

 http://classtools.net/

 

 

O site Classtools.net permite a criação de jogos educativos, atividades e diagramas em Flash! Após criá-los, podemos hospedá-los em nosso próprio blog, website ou página wiki (desde que não seja comercial), de forma gratuita. Cada modelo de trabalho criado pode ser guardado como arquivo HTML, ou ainda como um widget. Ao baixar os arquivos, é preciso a comunicação com o servidor ClassTools e por isso necessita-se de um computador com conexão à internet. Ao salvar um modelo, este ficará disponível permanentemente; a única exceção é para arquivos que não são acessados nem mesmo uma vez durante um período de 12 meses.

 

 

 

http://www.studystack.com/  

 

 

 

Site utilizado para pesquisar ou criar flashcards. Pode-se usar outras atividades como palavras cruzadas, correspondências, forca, entre outras. Há também  conteúdos em inglês disponíveis.

 

 

 

 

http://www.toondoo.com/  

 

 

Site com suporte para criação de charges.

 

 
 
 
http ://www.teachertube.com

 

Tal como o YouTube, o TeacherTube é um site para veiculação de vídeos, mas somente relacionados ao trabalho pedagógico, produzidos por professores. É uma boa opção tanto para auxiliar alunos quanto para professores que buscam aperfeiçoar seu método de ensino.

 

O objetivo do site é reunir os mais diversos tipos de vídeos educacionais, tais como explicações de conceitos, palestras, discussões, entre outros. Outro aspecto interessante do site é que ainda é possível fazer parte de grupos de seu interesse para trocar opiniões e auxiliar em suas possíveis dificuldades.

 

 

http://www.ubroadcast.com 

 

É uma plataforma completa de radiodifusão - rádio e TV - que permite a qualquer pessoa a transmissão ao vivo, com facilidade e rapidez. Pode-se ter um canal de demanda para audiência global e interativa através da Internet. Além disso, nele encontram-se inúmeros vídeos interessantes. Pelo site, qualquer pessoa pode produzir uma alta qualidade de canais de radiodifusão interativa, incorporar e compartilhar em outros sites, como blogs e sites de redes sociais, como o MySpace e Facebook.

 

 

http://pt.yacapaca.com 

 

O site é direcionado tanto a alunos quanto a professores. Para alunos, o Yacapaca oferece os links “Aprenda” e “Aproveite ainda mais”, através dos quais os estudantes podem ter acesso a arquivos interessantes para auxiliar os estudos. Já para Professores, o Yacapaca permite que a criação de questionários, pesquisas, testes, portfólios eletrônicos, além de explorar, modificar e compartilhar avaliações. Pode-se também utilizá-lo para calcular notas automaticamente e fazer exames com ferramentas que aprimoram o ensino.

 

 

 

http://iguinho.ig.com.br/ images/jogo_ingles.swf

 

 

Para auxiliar o treino de vocábulos em Inglês (animais, materiais escolares, objetos, cores etc) pode-se utilizar o jogo “Iguinho”. É um game online de característica intuitiva, para memorização de vocabulários em inglês.

 

 

 

 

PÁGINA WIKI http://pbworks.com

 

 

Ferramenta eletrônica para construção de PÁGINAS EDUCATIVAS NA WEB de uso exclusivo para os alunos. Trata-se de um Ambiente Virtual de Aprendizagem que permite a múltiplos usuários editar e alterar o conteúdo através de um sistema de login (senha controlada). As páginas WIKI são públicas e a construção de páginas web dentro da WIKI é feita de forma colaborativa.

 

 

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Repensar a maneira de ensinar e aprender é para qualquer um de nós um desafio, principalmente na atualidade, em virtude das constantes mudanças e evoluções que nos são impostas. E é neste ambiente que o jovem vivencia suas experiências aproximando o novo, o real e o virtual através de um mundo digital.

 

Nesse cenário, as TICs foram incorporadas ao nosso cotidiano e os recursos pedagógicos disponíveis podem oferecer a educandos e educadores um novo espaço para construção de conhecimentos.


 

VEJA TAMBÉM:

 

OFICINA ITINERANTE 2010 Slides

OFICINA ITINERANTE 2010 Videos 

 


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

CATTANI, A. Recursos Informáticos e Telemáticos como Suporte para Formação e Qualificação de Trabalhadores da Construção Civil. 2001. 249 p. Tese (Doutorado) - Informática na Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2001.

 

DORNELES, C. M.; BRAGA, V. L. S.; ZANON, A. M. A televisão e a sala de aula. Disponível em http://www.sed.ms.gov.br/index.php?templat=vis&site=98&id_comp =284&id_reg=43&voltar=lista&site_reg=98&id_comp_orig=284 Acesso em 05/10/2009 

 

HAYDT, Regina Cazaux. Avaliação do Processo Ensino-Aprendizagem. São Paulo: Ática, 1988.

 

MORAN, José Manuel. Como utilizar as tecnologias na escola. Disponível em: http://gepoteriko.pbworks.com/TECNOLOGIAS-X-ESCOLA Acesso em 09/08/2010

 

MORAN, José Manuel. Desafios da televisão e do vídeo à escola. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/desafio.htm> acesso em 25/09/2009

 

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Diretrizes Curriculares de Língua  Estrangeira ModernaCuritiba: SEED, 2008.

 

MANUAL ESDE – UEM. O que são recursos didáticos. Disponível em: http://www.uemmg.org.br/list.noticia.php/origem/20/noticia/511/titulo/Recursos_didaticos Acesso em 20/06/ 2010

 

 


 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.