| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Whenever you search in PBworks, Dokkio Sidebar (from the makers of PBworks) will run the same search in your Drive, Dropbox, OneDrive, Gmail, and Slack. Now you can find what you're looking for wherever it lives. Try Dokkio Sidebar for free.

View
 

DIFERENÇA, por Shakespeare

Page history last edited by Geane Poteriko 12 years, 4 months ago

"DIFERENÇA"

 

 

 

http://1.bp.blogspot.com/_Tk-yz2aPj6c/STQWjoQgg-I/AAAAAAAAPOQ/

C4sSqH_54p8/s400/COM+VOC%C3%8A+NOVAMENTE.bmp

 

 

Depois de algum tempo você aprende a diferença,
a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
 
E você aprende que amar não significa apoiar-se,
e que companhia nem sempre significa segurança.
 
E começa a aprender que beijos não são contratos e nem promessas.
 
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça
erguida e olhos adiante, com a graça de uma criança e
não com a tristeza de um adulto.
 
E aprende a construir todas as suas estradas no
hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais
para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio
ao vão.
 
Depois de um tempo você aprende que o sol queima
se ficar exposto por muito tempo.
 
E aprende que não importa o quanto você se importe,

algumas pessoas simplesmente não se importam...
 
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,

ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
 
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
 
Descobre que leva-se um certo tempo para construir
confiança e apenas segundos para destrui-la, e que
você pode fazer coisas em um instante, das quais se
arrependerá pelo resto da vida.
 
Aprende que verdadeiras amizades continuam a
crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é
o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
 
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
 
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos

que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa,

ou nada, e terem bons momentos juntos.
 
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são
tomadas de você muito depressa ... Por isso, sempre
devemos deixar as pessoas que amamos com palavras
amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
 
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm
influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por
nós mesmos.
 
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros,

mas com o melhor que pode ser.
 
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a
pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
 
Aprende que não importa onde já chegou, mas onde
está indo, mas se você não sabe para onde está indo,
qualquer lugar serve.
 
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão,

e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade,
pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação,

sempre existem dois lados.
 
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que
era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
 
Aprende que paciência requer muita prática.
 
Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o
chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam
a levantar-se.
 
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência

que se teve e o que você aprendeu com elas,

do que com quantos aniversários você celebrou.
 
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
 
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens,

poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
 
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva,

mas isso não te dá o direito de ser cruel.
 
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame,

não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode,

pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem

como demonstrar ou viver isso.
 
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém,

algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
 
Aprende que com a mesma severidade com que julga,

você será em algum momento condenado.
 
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido,

o mundo não pára para que você o conserte.
 
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma,

ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
 
E você aprende que realmente pode suportar...
 
Que realmente é forte, e que pode ir muito mais
longe... Depois de pensar que não se pode mais.
 
E que realmente a vida tem valor
E que você tem valor diante da vida!"
 
(William Shakespeare)

 

http://www.blogdosperrusi.com/wp-content/uploads/

2010/09/shakespeare.jpg

 

William Shakespeare (1564-1616), o mais famoso dramaturgo e poeta inglês de todos os tempos, compôs suas peças durante o reinado de Elizabeth I (1558-1603) e de James I, que a sucedeu. Casou-se em  1582 com Anne Hathaway, que tinha 26 anos e estava grávida. O casal teve uma filha, Susanna, e dois anos depois tiveram os gêmeos Hamnet e Judith. Por volta do ano de 1588, mudou-se para Londres e, em 1592, já fazia sucesso como ator e dramaturgo. Mas, eram suas poesias — e não suas peças — que eram aclamadas pelo público. Em virtude da peste, os teatros permaneceram fechados entre 1592 e 1594, impossibilitando seu contato com o público. Publicou dois poemas, "Vênus e Adônis", em 1593, e "O Rapto de Lucrécia", em 1594. Estes dois poemas e seus "Sonetos" (1609), que tornaram-se famosos por explorar todos os aspectos do amor, trouxeram-lhe reconhecimento como poeta. Escreveu mais de 38 peças, que estão divididas entre comédias, tragédias e peças históricas. Seus escritos são famosos até os dias de hoje, e suas atuações trouxeram-lhe riqueza (ele era sócio da companhia de teatro). Shakespeare não publicava suas peças, já que a dramaturgia não era bem paga. Na época, não havia direitos autorais. O autor pretendia que suas peças fossem representadas em vez de publicadas.

Com o dinheiro adquirido na companhia teatral, comprou uma casa em Stratford-upon-Avon e muitas outras propriedades, tais como hectares de terras férteis e uma casa em Londres. Escreveu a maioria de suas peças entre 1590 e 1611. Por volta de 1611, ele aposentou-se em Stratford-upon-Avon, onde havia estabelecido sua família.

Shakespeare
morreu em 23 de abril de 1616, no mesmo mês e dia tradicionalmente atribuídos como sendo de seu nascimento.


Algumas obras:

Comédias

A Comédia dos Erros
Os Dois Cavalheiros de Verona
Sonho de Uma Noite de Verão
O Mercador de Veneza
Muito Barulho Por Nada
Como Quiserdes
A Megera Domada
A Décima Segunda Noite.

Peças Históricas
Ricardo II
Henrique IV - Partes I e II
Henrique V
Henrique VI - Partes I, II e III
Ricardo III
Rei João
Henrique VIII.

Tragédias
Romeu e Julieta
A Tempestade
Júlio César
Antônio e Cleópatra
Hamlet
Othello
Rei Lear
Macbeth.

 

Fonte: http://www.releituras.com/wshakespeare_menu.asp

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.